top of page
frances-sedona.jpg

Frances - Uma história de amor

"Finalmente o portão do Céu se abre e o Filho de Deus está livre para entrar na casa que estpronta para dar-lhe as boas vindas, que foi preparada para ele antes que o tempo existisse e ainda espera apenas por ele." (UCEM, S-3.II.6:4)

Prezados amigos e familiares,

É com o mais profundo amor que compartilhamos com vocês a notícia de que nossa amada Frances deixou seu corpo de lado. Como uma lagarta que se transforma em borboleta, Frances passou por uma metamorfose e agora está livre das limitações do mundo. Sabemos que você pode ter perguntas, por isso reunimos alguns detalhes abaixo para ajudar a fornecer algumas respostas. Esperamos que você possa se juntar a nós na natureza expansiva da passagem de Frances do reino físico para sua verdadeira identidade como Espírito.

A maior alegria de Frances era "compartilhar as boas novas". Em 30 de junho de 2023, ela voltou para casa do Japão após uma turnê internacional de sete semanas fazendo exatamente isso. O maior sonho de Frances era viajar com seu parceiro, sendo totalmente usada pelo Espírito para estender o amor de Deus. Cada parte de sua viagem foi orientada e apoiada - do início ao fim, foi de fato um sonho feliz. Ela foi cuidada a cada passo do caminho com voos de primeira classe, hotéis, anfitriões amorosos, caminhadas na praia e muitas oportunidades de quietude e oração. Seu objetivo era apenas ser verdadeiramente útil. Foi a viagem de uma vida inteira e uma verdadeira celebração de uma vida sem transigências.

Ao retornar à sua casa no México, houveram algumas indicações de que era necessário fazer um check-up com um médico local para verificar se havia algo que precisasse ser tratado. Em 4 de julho, o médico recomendou uma ressonância magnética e os resultados mostraram que Frances tinha vários tumores no cérebro. Os exames subsequentes revelaram que o câncer havia se espalhado por todo o corpo e que estava no "estágio 4" quando foi descoberto.

Rapidamente, começamos uma jornada de visitas a médicos e hospitais, usando tudo com o objetivo de nos lembrarmos de Deus. Durante todo o tempo, a oração de Frances era por verdadeira empatia e para ser cercada por pessoas que pudessem ver claramente que o corpo não era a prioridade do foco. E é nisso que convidamos todos que estão lendo este texto a se juntarem a nós agora. O Filho de Deus não é um corpo e honramos nosso Pai honrando a Verdadeira Identidade de nossos irmãos e irmãs como Cristo. É claro que permitimos a cura que surge e permitimos que as lágrimas caiam, mas vemos que essas lágrimas são, na verdade, lágrimas de profundo amor e gratidão por uma vida totalmente entregue a Deus.

Logo no início, Frances decidiu que sua direção não seria seguir o modelo médico, pois isso envolveria quimioterapia, radioterapia e meses de foco e atenção no corpo. Esse foi seu treinamento mental mais profundo e final. A alegria de Frances era colocar o Reino dos Céus em primeiro lugar e que a verdade de quem e o que ela era fosse revelada por meio dessa experiência de vida. A mente foi levada a uma oração profunda e ao abandono da identificação com o corpo, além da aceitação total de que sua função havia sido cumprida.

Frances sempre demonstrou uma entrega total ao "que é". Sua mensagem continua a irradiar o chamado para lembrar que "não há morte". Seus últimos dias foram passados com alegria, rodeada de orações, canções e muitas massagens, banhando-se na luz do Instante Santo. Ela deixou seu corpo de lado no dia 4 de outubro, às 19h50, cercada por seus companheiros poderosos no amor.

Para nossa surpresa, percebemos que o dia 4 de outubro era o dia de São Francisco. Naquela noite, fogos de artifício iluminaram o céu noturno em gloriosas explosões de luz e cor. Houve relatos de celebrações como nunca antes vistas em Chapala, onde as ruas estavam completamente iluminadas de alegria! E esta é a nossa amada Frances. Ela é uma celebração da vida. Seu espírito irradia eternamente a mensagem de que o Filho de Deus é livre. Ela é uma demonstração viva de uma "professora de Deus".

Essa passagem do livro a Canção da Oração (Um Curso em Milagres) reflete sua experiência em receber a recompensa de Deus por um trabalho bem feito:

“Isso é o que a morte deveria ser: uma escolha quieta feita com alegria e com uma sensação de paz porque o corpo foi usado de forma benigna para ajudar o Filho de Deus ao longo do caminho que ele segue para Deus. Nós, então, agradecemos ao corpo por todo o serviço que ele nos prestou. Mas, estamos também agradecidos, pois, terminou a necessidade caminharmos no mundo dos limites, e de tentarmos alcançar o Cristo em formas escondidas, visível no máximo em belos vislumbres.Agora podemos olhar para Ele sem antolhos, na luz que aprendemos a contemplar outra vez.

Chamamos a isso morte, mas é liberdade. Ela não vem em formas que parecem ser impostas na dor sobre a carne que não a quer, mas como um sinal de boas vindas que é dado com gentileza à liberação. Se houve cura verdadeira, essa pode ser a forma na qual a morte vem, quando chega o momento de descansar por algum tempo pelo trabalho feito e terminado com contentamento. Agora vamos em paz para ares mais livres e um clima mais gentil, onde não é difícil ver que as dádivas que demos foram guardadas para nós e a Sua Voz, a Palavra de Deus, é nossa com mais certeza.

A morte é prêmio e não uma punição. Mas tal ponto de vista tem que ser trazido por uma cura que o mundo não pode conceber.” (S-3.II.2-3/5:5-6)

Além disso, gostaríamos de compartilhar uma carta que Frances preparou para sua mãe, para ser recebida depois que ela colocasse o corpo de lado:

"Mãe, quero lhe dizer que tudo isso foi predestinado por Deus. É isso que eu quero. Eu vim a este mundo com esse propósito. Entenda que não somos nossos corpos, somos o amor de Deus. Viemos aqui com o amor de Deus para encher o mundo inteiro de amor. Este corpo não pode nos prender a ele. Este corpo não é o que somos.

É uma grande honra para mim ter nascido em sua família porque o propósito de minha vinda a este mundo é amá-la, amar meu pai e amar minha irmã. Vocês me amam muito e estão muito felizes por me terem ao seu lado. Mas esse não é o único propósito de vir aqui. Eu vim por um propósito maior. Foi uma honra viver com David e todos os meus amigos durante os últimos anos. Esses foram meus dias mais felizes e esse também é o único propósito deles: trazer o amor de Deus para este mundo.

No final, todos nós retornamos ao coração de Deus. Não pertencemos a este lugar. Eu realmente cumpri meu propósito de vir para cá. Estive em tantos países e conheci tantas pessoas. Todas elas foram muito gentis comigo, portanto, agradeça a elas por mim. Eles são minha verdadeira família de Deus. Eles vieram para me levar para casa e cumpriram essa missão.

Portanto, espero que você também possa encontrar o Senhor. Sei que somente no coração do Senhor podemos ter paz. Esse é meu último desejo. Vamos agradecer ao nosso Pai".

Para aqueles que receberam as bênçãos que Frances concedeu, muito obrigado. É realmente uma honra para todos nós receber e abraçar o que sua vida nos ensinou sobre a verdadeira humildade e confiança em Deus.

Agora estamos cuidando dos negócios de nosso Pai. Esta página é para aqueles que podem pedir detalhes. Seguiremos em frente e continuaremos a compartilhar as boas novas de Jesus Cristo. Que você se junte a nós na celebração e na plena gratidão pela mensagem de vida eterna de nosso Pai.

Com amor,

 

Living Church Ministries

Vamos deixá-los com uma música que Frances adorava, enquanto deixamos seu espírito despertar nossos corações:

lírios

Criamos a página Frances Xu - Memórias de uma mística com escritos, vídeos e expressões de nossos corações. Você está gentilmente convidado a visitar a página e a compartilhar aqui o que sentir em seu coração.
.

bottom of page